Exposições

/Exposição.01

Evocação
ao Padre Aníbal Rodrigues


Padre Aníbal Rodrigues (1919-2013) foi um homem que nasceu, viveu e faleceu em Castro Laboreiro. Natural do lugar de Mareco, foi pároco em Castro Laboreiro a partir de 1948. Durante o sacerdócio, destacou-se como figura castreja, operando social e politicamente em prol da sua terra. Hoje, o pároco é lembrado pelos seus feitos que privilegiaram Castro Laboreiro, entre os quais se contam os seus esforços em conseguir trazer a luz elétrica e os correios, sinais de uma evolução infraestrutural e social que destacaria Castro entre as demais freguesias. No entanto, fora desta terra, o Padre Aníbal Rodrigues é lembrado pelos escritos sobre a sua terra, e nomeadamente pelos seus esforços na identificação, inventariação e divulgação do património pré-histórico do planalto castrejo. A ligação singular deste pároco com o mundo da arqueologia portuguesa, a memória do seu ativismo por Castro Laboreiro, e a sua capacidade de se relacionar com altas figuras políticas da história recente de Portugal – entre as quais se destaca a sua amizade com Mário Soares – permitem-nos reconhecer na figura do Padre Aníbal um cariz singular, vinculado pela sua forte personalidade e estética. Esta Evocação pretende revisitar esta figura importante de Castro Laboreiro, hoje lembrada com uma estátua e um museu salvaguardado pela paróquia. É construída a partir da coleção de fotografias tiradas e guardadas pelo Padre Aníbal Rodrigues, preservada hoje pelo seu sobrinho Amado Fernandes, que a herdou e gentilmente cede para esta efeméride. A Evocação ao Padre Aníbal Rodrigues estará patente no Salão da Casa Paroquial de Castro Laboreiro, situada em frente ao cruzeiro, onde este viveu enquanto foi pároco. Inaugurada no dia 30 de julho, estará patente até ao 15 de outubro.

Daniel Maciel

  • Data: 30 Julho / 15 Outubro 2022
  • Local: Casa Paroquial de Castro Laboreiro
mdoc