Prémio

Jean Loup Passek

• melhor documentário

Júri Oficial

Alessandro Negrini

Alessandro Negrini

Realizador e argumentista italiano multi-premiado, define-se como realizador de cinema por engano. Viajou pela Europa no final dos anos 90, escrevendo, e em 2001 mudou-se para a Irlanda. Os seus filmes conquistaram um conjunto de prémios internacionais em festivais em todo o mundo. O seu trabalho combina ficção, documentário e poesia. O seu último filme Tides, foi definido como doc-dream. O filme "Paradiso" uma encomenda da BBC ganhou 18 prémios internacionais e foi selecionado em mais de 60 festivais. Trabalhou várias vezes com o realizador norueguês Oddgeir Saether (Dop no Inland Empire de David Lynch) e com vários argumentistas e produtores como Margo Harkin (Hush bye Baby), David Gothard (ex-diretor artístico do Riverside Studios em Londres e Abbey Theatre, Dublin) e Michael Seeber. Foi júri em diversos festivais internacionais de cinema. Recentemente, Negrini foi selecionado pelo crítico de cinema italiano, Adriano Aprà, para integrar "Fuorinorma" (Out of the Norm), um projeto e um livro que seleciona o melhor novo cinema experimental italiano dos últimos 15 anos.

Alfonso Palazón Meseguer

Alfonso Palazón Meseguer

Doutorado e licenciado em Ciências da Informação e Comunicação pela Universidade Complutense. Prémio Internacional Aurélio Paz dos Reis, 2016. Professor titular de Comunicação Audiovisual na Faculdade de Ciências da Comunicação da Universidade Rey Juan Carlos, Madrid (URJC). Dirige o Mestrado Oficial em Documentário e Novos formatos da URJC. Trabalhou em diferentes projetos audiovisuais como realizador, produtor e guionista. Na sua atividade destaca-se a criação e realização cinematográfica, o documentário e as narrativas transmédias.

Jane Pinheiro

Jane Pinheiro

Nasceu e mora no Recife, nordeste do Brasil. Professora Titular de Artes Visuais e Fotografia, Cinema e Vídeo do Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Pernambuco - UFPE, recém-aposentada. Continua vinculada à UFPE como pesquisadora do LEVE – Laboratório de Experiência, Visualidade e Educação e ao LAV – Laboratório de Antropologia Visual. Doutora em Antropologia (PUC-SP), defendeu a tese Sonhos em Movimento: 1a Mostra Imaginária de Audiovisuais produzidos por adolescentes no Recife do Século 21. Integra a Comissão Organizadora do Festival Internacional do Filme Etnográfico do Recife desde a sua primeira edição em 2008, e a Comissão de Seleção das Mostras do mesmo festival desde 2011. Integra a Rede Kino desde 2017. Autora de Tiritot (Zolu, 2019), Por causa do sal (Zolu, 2017), Arte Contemporânea no Recife dos anos 1990 (Zanzar, 2016), Caleidoscópio (Paulinas, 2006/2009). Jane também se aventura a produzir videopoemas que disponibiliza no seu canal não YouTube e no site www.janepinheiro.com.

Julia Kushnarenko

Julia Kushnarenko

Nasceu em Moscovo e estudou realização no Instituto Gerasimov de Cinematografia. Completou os seus estudos na Escola Scream de Moscovo em composição de efeitos visuais. Trabalha como realizadora de documentários, diretora de fotografia e editora, e assume o seu fascínio por personagens contraditórias. Em 2017 conjuntamente com Veronika Sher fundou o International Dance Short Film Festival BODYSCOPE.

Susana de Sousa Dias

Susana de Sousa Dias

É doutorada em Belas-Artes, Audiovisuais (FBA-UL) e mestre em Estética e Filosofia da Arte (FL-UL). Estudou cinema na Escola Superior de Teatro e Cinema. Os seus filmes têm sido exibidos internacionalmente em contexto artístico e cinematográfico. Recebeu vários prémios, entre os quais o Grand Prix Cinéma du Réel e o Prémio FIPRESCI pelo seu filme 48. Foi co-Directora do Doclisboa em 2012 e 2013 abrindo novas secções como Cinema de Urgência.