/Exposição.03

02 ...31 Agosto

Praça da República, antiga Agência de Viagens Rumo
Patrícia Barbosa

As que ficaram

Patrícia Barbosa | Portugal, 2021


Projeto fotográfico desenvolvido na Residência Fotográfica 2019

Em Melgaço, de 61 a 75, entre saltos e recrutamento obrigatório, houve quem não partisse. "As que ficaram" ficciona histórias de mobilização militar portuguesa para a Guerra Colonial, a partir do olhar das mulheres, numa voracidade entre facto e memória. Contrapondo memória (factual e construída) e o fotográfico, este levantamento de histórias cruza o colonialismo português, e as representações da distância e ausência. Através de testemunhos e arquivos privados, desenhou-se uma narrativa alegórica de parte do passado colonial, tendo Melgaço no epicentro.

Uma criação coletiva de Firmino, Armindo Machado, Carlos e Alice Machado, Domingos e Maria Barbosa, Edite Covelo, António Manuel Meleiro, Alfredo Meleiro e Ersília Glória Alves, João Sousa, Humberto e Dores Sousa, São e Maria do Amparo, Amaro Augusto Gonçalves, Bela Gonçalves e Patrícia Barbosa.

  • Data: 02 / 31 Agosto 2021
  • Local: Praça da República, antiga Agência de Viagens Rumo
Patrícia Barbosa
Patrícia Barbosa

Patrícia Barbosa desenvolve a sua investigação a partir da fotografia, numa relação expandida com texto, objetos e som. Aprofunda-se em projetos de longa duração conectados a realidades escondidas, questionando a dicotomia entre pós-memória e evidência.